Grande banco sul-coreano lançará serviço de criptografia de custódia

Um dos maiores bancos da Coreia do Sul, o KB Kookmin Bank, fez parceria com o fundo de capital de risco Hashed e a plataforma de criptomoeda Cumberland Korea. É relatado que o banco precisa de novas cooperativas para fornecer serviços de armazenamento para ativos digitais descentralizados.

Procure por novos modelos de negócios

Novos sócios do banco explicam seu desejo de organizar os serviços de custódia por meio de mudanças na legislação, o que os levou a buscar novos modelos de negócios de trabalho na esfera do blockchain.

“Combinar nossa compreensão da indústria de blockchain e fornecer consultoria técnica e comercial abrirá inevitavelmente novas portas para os consumidores e também para o país, inaugurando uma nova era de transformação digital”, disse Simon Kim, CEO da Hashed.

Acompanhe a competição

O anúncio do KB Kookmin Bank veio em resposta a uma mensagem do NongHyup ou NH Bank, os principais concorrentes do banco, que falava sobre planos para lançar serviços de criptografia de custódia. É verdade que a solução em desenvolvimento do NH Bank será voltada para investidores institucionais