KuCoin Exchange retornou Bitcoin e Ethereum

KuCoin Exchange retoma os serviços de depósito e retirada de Bitcoin e Ethereum.

KuCoin, uma empresa de câmbio digital líder em Hong Kong, suspendeu seus serviços de negociação de criptomoedas durante um ataque cibernético recente que resultou em perdas de milhões de dólares. Em qualquer caso, a central responde ativamente às chamadas e gradualmente retoma seus serviços. A equipe KuCoin está trabalhando muito para melhorar e atualizar o sistema de segurança do Exchange.

Retomada dos trabalhos dos serviços Bitcoin, Ethereum e Tether

Após a atualização, KuCoin restaurou totalmente as funções de entrada e saída das três moedas digitais mais negociadas: Bitcoin (BTC), Ether (ETH) e a moeda estável Tether (USDT), lastreada em dólar americano. É importante notar que, desde então, a bolsa KuCoin também melhorou as medidas de segurança da carteira de moeda digital.

Como resultado, a bolsa agora usa um novo endereço para armazenar depósitos em Bitcoin, Ethereum e Tether. Os clientes do KuCoin ainda podem usar o endereço antigo para processar depósitos; no entanto, a troca recomenda atualizar o endereço de depósito. Exceto para a versão Ethereum do Tether (ERC20-USDT), que estava aberta para depósito e retirada. Outras versões de Stablecoins Tron, EOS e OMNI são atualmente suportadas.

KuCoin Exchange se recupera de hack e perda de $ 281 milhões

Após um incidente que supostamente resultou na perda de $ 281 milhões em moedas digitais, incluindo Ripple (XRP) e interrupção do serviço. A Bolsa de Valores de Hong Kong está trabalhando ativamente para restaurar o depósito e a retirada das criptomoedas que apóia. No momento, cerca de 65 projetos de criptomoeda foram totalmente restaurados na bolsa.
Trabalhando diligentemente para restaurar serviços e melhorar a segurança, KuCoin Exchange também fez parceria com várias agências para investigar ataques recentes. Posteriormente, em 5 de outubro, KuCoin afirmou saber quem foi o ataque, mas não forneceu detalhes.
No entanto, KuCoin, em seu comunicado, garantiu que os responsáveis ​​serão punidos.