A Fidelity Investments chama o Bitcoin de uma reserva de valor e seguro contra a crise

Um relatório da divisão de ativos digitais da Fidelity Investments destacou a relevância do bitcoin como uma apólice de seguro que resolve problemas financeiros. Os analistas chamam de "uma fonte inspiradora de valor".

Bitcoin é uma nova loja de valor

De acordo com analistas da Fidelity Digital Assets, o potencial do Bitcoin está cada vez mais alinhado com os parâmetros de uma reserva de valor. Os especialistas da FDAS avaliam a volatilidade do ouro digital de maneira positiva. Isso, na opinião deles, é uma propriedade valiosa que chama a atenção para a criptomoeda, contribui para o seu desenvolvimento e estimula a inovação.

O relatório observou que o Bitcoin ainda não foi associado ao ouro digital. No entanto, isso é uma questão de tempo, e quando esse tempo chegar, o valor da primeira criptomoeda aumentará significativamente.

Impacto da política de flexibilização quantitativa

Parte do relatório é dedicada à análise das conseqüências das emissões ativas, que nas condições do COVID-19 foram para a liderança dos principais bancos centrais. Os analistas da Fidelity Digital Assets prevêem que taxas de juros baixas sem precedentes e incentivos recordes de crédito em meio à des globalização provocam um declínio adicional na confiança nas moedas fiduciárias. A conseqüência disso é a conscientização esperada do valor real do bitcoin.

A FDAS observa que a geração jovem está cada vez mais interessada na primeira criptomoeda. A atitude positiva dos jovens é um sinal de uma perspectiva positiva a longo prazo para o Bitcoin.

Mais sobre os investimentos da Fidelity

A Fidelity Investments gerencia ativos totalizando US $ 7,3 trilhões. Desde outubro de 2018, uma divisão atua na estrutura da empresa, prestando serviços a investidores interessados ​​em comprar e vender Bitcoin e Ethereum.

De acordo com uma pesquisa realizada pela Fidelity Investments entre 774 maiores clientes, 36% possuem ativos digitais em seu portfólio financeiro.