Decisão do Tribunal: Coinbase não difere das estruturas bancárias tradicionais

Um tribunal nos Estados Unidos da América equiparou a troca de criptomoedas Coinbase aos bancos tradicionais. O motivo disso foi a colaboração dos criadores do site com o FBI.

Processo contra Gratkowski

O gerenciamento da Coinbase decidiu fornecer informações confidenciais sobre seu usuário, Richard Gratkovsky. Ele foi considerado culpado de adquirir conteúdo pornográfico proibido para o BTC, do qual menores participavam.

Coinbase e colaboração do FBI

Durante a investigação, os funcionários do Federal Bureau of Investigation descobriram isso em 2016-2017. o acusado comprou materiais proibidos para bitcoins. Eles definiram os números de sua carteira, contataram a Coinbase e pediram informações sobre esse usuário. É importante observar que o gerenciamento do site foi à reunião do FBI, mesmo sem ordem judicial.

Com base nas informações recebidas, Gratkowski foi considerado culpado e sentenciado a 5 anos e 10 meses de prisão.

Recurso Gratkowski

O réu não concordou com a decisão do tribunal e apelou. Ele se referiu à Quarta Emenda. Gratkowski acredita que as transações BTC devem ser protegidas, bem como a localização dos telefones celulares.

Mas o tribunal não compartilhou sua posição e, além disso, reconheceu a Coinbase como a mesma instituição financeira dos bancos tradicionais.